quinta-feira, 9 de fevereiro de 2012

Barba por fazer

'Puxa vida, o barbeador estragou'. 'Esqueci de fazer a barba'. 'Tô com preguiça de fazer a barba'. Relaxe, nenhum desses é um problema.

Desde George Michael, que tinha a barba mal feita mais bem feita do mundo, a barba por fazer virou uma falta de capricho totalmente perdoável. Aquela barba de três, quatro dias depois de barbear pode virar um desleixado elegante e charmoso.

Mas claro, tem que saber combinar. Não se recomenta ir com esse tipo de barba em festas e eventos muito formais, pois fica dando a impressão que se arrumou correndo e não deu tempo de fazer a barba. Ao mesmo tempo, evite o visual todo desleixado, a barba sozinha já passa essa ideia. Se exagerar, vai parecer que você além de não fazer a barba, não toma banho e nem se olha no espelho.

Existem algumas formas diferentes de fazer isso. A primeira e mais óbvia, é fazer a barba com lâmina e deixar por alguns dias, até ela ficar com o tamanho e aspecto desejado. A outra, e mais elaborada, é aparar a barba com máquina, deixando em uma regulagem de altura que preferir.

Vale o teste.


Nenhum comentário:

Postar um comentário