sexta-feira, 30 de março de 2012

Dica de Londres: Brick Lane e arredores

Sexta-feira chegando e mais um dia para comemorar a chegada do fim de semana. Há uma semana que isso não acontecia.

E hoje vamos aliar a ideia de festa e descontração com uma dica de Londres. Ou seja, o post de hoje é uma dica de Londres para a sexta-feira.

Brick Lane é uma rua que vem se tornando o principal ponto de encontro da juventude londrina. Na verdade boa parte do leste de Londres tem se modernizado, se tornando uma área mais alternativa da cidade, mais longe dos grandes centros e dos lugares mais badalados como Camden e Notting Hill. É lá que a maioria dos escritórios de design, agências de publicidade, ateliês de moda e pintura estão se instalando. Brick Lane também é famosa por seus peculiares restaurantes, além das comidas asiáticas, também são encontrados bons lugares para comer o famoso fish&chips (peixe com batata frita), hambúrguers, pães diversos, cafés e etc.

Brick Lane é famosíssima por seus brechós e lojas que vendem produtos de segunda mão. E isso se reflete muito no estilo das pessoas e do próprio ambiente. Destaque para lojas como a 'Beyond Retrô' e a 'Rockit', que vendem tudo que é tipo de roupas usadas e a 'Rough Trade', que vende tudo que é artigo musical.

Outra coisa que também chama atenção na região é a grande quantidade de grafites pelas ruas e paredes. Ela guarda trabalhos de conceituados artistas como Banksy, D*Face, Ben Eine e muitos outros. São coisas assim contribuem para a identidade e beleza do lugar, deixando-o único e bonito ao mesmo tempo.

A vida noturna por lá é muito intensa. Nas sextas e sábados a rua ferve. Isso porque ela possui inúmeros clubes e boates, cuja maioria não cobra entrada. Boa parte dessas festas rolam ao som de rock e eletro-rock, ao melhor estilo britânico de festear. Muita música, dezenas de 'pints' de cerveja e muita diversão. Tudo com muita simplicidade (na medida do possível).

Brick Lane é assim, moderna, estilosa, alternativa e ao mesmo tempo simples, sem muitas frescuras nem muitos exageros.

Quem estiver por lá, não deixe de visitar. De dia ou de noite. Outra dica para fugir um pouco do centro da cidade.

Um comentário: